sexta-feira, 3 de abril de 2009

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: PREFEITA E VICE DE ORÓS, FÁTIMA MACIEL E DR. LULA, RESPECTIVAMENTE, ACABAM DE SER CASSADOS PELA JUSTIÇA ELEITORAL

A justiça eleitoral da Comarca de Orós, tornou pública hoje pela manhã, sentença da lavra do juiz Fernando Medina, cassando os mandatos da prefeita e vice daquele município, Fátima Maciel e Dr. Lula, respectivamente.
Assume interinamente a prefeitura a vereadora presidenta da Câmara Municipal Luana Maciel, inclusive, filha da prefeita cassada.
Fátima Maciel deverá recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral - TRE, em Fortaleza. Se aquela corte eleitoral conceder liminar em seu favor, a prefeita estará retornando ao mandato com a mesma rapidez que saiu. (Aqui é Brasil).
Em caso contrário, ou seja, se não houver expedição de liminar, o tribunal deverá marcar novas eleições em Orós, tendo em vista que Fátima Maciel obteve mais de 50% dos votos válidos das últimas eleições.
Detalhe: em caso de novas eleições, ficariam impedidos de concorrer os dois cassados, ou seja, Fátima e Lula, bem como Luana por ser atualmente inelegível, haja vista ser filha da prefeita. Como Fátima Maciel foi reeleita em Orós, há uma tese que Dr. Leimar, seu esposo e líder político da cidade, também ficaria impedido de disputar.
Retornaremos ao assunto.

3 comentários:

  1. Oi. Quero dizer que a notícia não está devidamente clara, porque de acordo com o código eleitoral, quem deve assumir a prefeitura é o segundo colocado nas eleições, no caso Eliseu Batista Filho. Por que quem assumiu foi a vereadora Luhanna? O que houve com Eliseu? Por que se ela não ganhar a questão no TRE terá novas eleições se o segundo colocado deve assumir automaticamente? Fiquei sabendo que o então ex-prefeito Eliseu Batista Filho, inclusive ASSESSOR do Deputado Estadual NETO NUNES, está inelegível, por isso, não pôde assumir a prefeitura, nem ele, nem o candidato a vice HENRIQUE, por conta da inelegibilidade. Cuja afirmação encontra-se na úlitma página da sentença. Questiono a confiabilidade do blog e de seu autor, pela imparcialidade que a notícia tem que ter. Notícias, ao meu ver, precisam ser divulgadas para informação da população, não para manipulação dos mesmos.

    Leimson Riverio Moreira

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de postar um breve comentário a respeito da noticia em pauta no blog do colega com duas perguntas:"Porque tanta ênfase,tanta especulação,preocupação,que o Icó está dando a este momento triste que Orós está vivendo hj com uma injusta cassação do mandato da Prefeita Fátima que ganhou as eleições no voto,honestamente? Esperamos que esta preocupação se dê por conta do que o municipio de Icó passou nos últimos quatro anos e creio eu que as sequelas ainda vão longe, quando colocou no poder um politico despreparado e sem a minima condição de governar.A minha outra indagação é a seguinte:" porque o colega cita apenas o fato de uma possível nova eleição e não explica que ela se dará por conta da INEXIGIBILIDADE do 2º colocado nas eleições o Sr. ELISEU BATISTA FILHO pq teve suas contas rejeitadas e confirmadas em decisão recente publicada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará,acostada aos autos às fls.240,cuja relatoria foi do eminente Juiz Emanuel Leite Albuquerque. Solidariedade com o que viveu? ou "conivência" com a politicagem suja e mau caráter dos politicos desse municipio com os do municipio de Orós? Mbloros

    ResponderExcluir
  3. espere que haja mesmo justiça e que ELIZEU BATISTA FILHO fique pois ele sim ganhou a politica e opovo quem quer .....JUSTIÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.