terça-feira, 15 de dezembro de 2009

"QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUMBICA".

É impossível encontrarmos alguma notícia ou informação atualizada no site oficial da Prefeitura Municipal de Icó (http://www.ico.ce.gov.br/). Praticamente todos os links estão desatualizados, prejudicando a população e as demais entidades interessadas, como a Imprensa e os órgãos públicos, que não estão tendo como se informarem das ações e das atividades do governo municipal de nossa cidade.

Quando assumimos a Assessoria de Imprensa do Palácio da Alforria no curto período de oito meses (outubro de 2007 a maio de 2008), durante o mandato tampão do prefeito Jaime Júnior (DEM), implementamos várias ações para o bom desempenho de nossas funções. A principal delas foi à regularidade com que as metas da Prefeitura chegava aos lares de nossos munícipes, seja através da nossa ida as rádios locais (Brasil FM e Icó FM), como também, no envio diário do release (sugestão de pauta) a todas as Secretarias Municipais. Sem falar da criação do nosso site, que foi um compromisso do gestor de então. A transparência de sua administração era sentida por todos!

Ao assumir, Jaime Júnior me designou a ir até a sede da Associação dos Prefeitos e Municípios do Estado do Ceará (APRECE), aqui mesmo em Fortaleza, para participar de uma capacitação visando à elaboração de nosso portal. Assim o fizemos. Voltamos para o Icó com o site totalmente formulado, inclusive, lançamos durante um evento nas dependências do Teatro da Ribeira dos Icós. A partir daí, todos os dias, ao chegar à sede da Prefeitura, pela manhã, éramos incumbidos de postar e atualizar as notícias e informações relevantes do Paço Municipal para que o nosso público leitor pudesse saber o que de fato estávamos fazendo para engrandecer a cidade e sua gente.

Infelizmente, o site hoje não está cumprindo sua função. Nem sabemos, ao certo, quem é o responsável por alimentá-lo. Na nossa época, também, tínhamos o neysletter (boletim eletrônico), que era enviado a todos os interessados e autoridades da Prefeitura, além, dos funcionários cadastrados no nosso mailing (mala direta - banco de dados). Realmente, tivemos o nosso trabalho interrompido pelo poder do voto popular, ao mesmo tempo, ficamos tristes pela não seqüência do labor realizado.

Já dizia o velho guerreiro Chacrinha: "Quem não se comunica, se trumbica". E a administração pública que não é transparente com as suas ações através, principalmente, dos vários canais de comunicação existentes (e aí, a internet é uma delas), a tendência é cair no esquecimento. Somos sabedores de diversos governos e, consequentemente, de diversos gestores que caíram no esquecimento porque suas metas e obras não eram divulgadas. É o que estamos vendo com o atual estágio de abandono com que se encontra a Prefeitura Municipal de Icó no que tange a um dos valorosos patrimônios de um povo, que é o poder da informação. Em última análise, o povo é, sem dúvidas, o verdadeiro formador de opinião.

Voltando ao site de nosso município, até para sabermos os nomes dos nossos secretários fica difícil. Nos respectivos links relativos às Secretarias, ao abrirmos as páginas, aparece outra indicando que a mesma está em manutenção. Ora, desde a posse do prefeito Marcos Nunes (PMDB) que estas páginas estão em manutenção. Já houve troca de secretários e até agora nada de atualizado foi colocado no "ar".

E por falar em outro veículo de comunicação importante, é bom que se frise a boa aceitação que o Jornalismo impresso ainda tem entre o público. Na nossa gestão, semanalmente, o Icó era visto em uma coluna no caderno "Regional", no Diário do Nordeste. Isso se dava a cada segunda-feira. Hoje, não temos mais. Às vezes, pagar caro por um informe publicitário se faz necessário para a boa divulgação entre a população. A Prefeitura tinha contrato tanto com o DN, como também, com o nosso Folha do Salgado, antes chamado de Notícias do Vale. Pagávamos volumosos recursos para estes dois veículos, mas o povo sabia o que estávamos realizando.

Enfim, a transparência no serviço público é essencial, o que não estamos vendo na administração de Icó. A criação de uma Secretaria ou Coordenadoria de Controladoria é uma saída. Além, é claro, de muita divulgação na imprensa especializada. E o portal é uma ferramenta barata e democrática.

Postado por Voltaire Farias Xavier, Jornalista em Ação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.