O BLOG QUE FALA SÉRIO! fabriciomoreiraadv@gmail.com .

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Reunião discute novos rumos para o Hospital Regional de Iguatu.



O prefeito de Iguatu Aderilo Alcântara e o deputado estadual Agenor Neto, se reuniram na manhã desta quinta-feira (08/10) com os médicos que prestam serviço no Hospital Regional de Iguatu. A iniciativa da reunião surgiu depois que a Sociedade Beneficente São Camilo, que administra a unidade de saúde desde novembro de 2013, anunciou o cancelamento do contrato com a Prefeitura de Iguatu.

Uma das questões levantadas durante o encontro foi em relação às dificuldades no custeio, as propostas para melhorias, e a permanência dos médicos na prestação de serviço junto ao Hospital Regional. O médico e secretário adjunto da Saúde, Carlos Garcia, fez uma explanação detalhada sobre a forma de custeio e a origem dos recursos para manter o convênio com os Camilianos. Na mesma oportunidade José Maria Magalhães foi apresentado como o novo diretor da instituição.

O prefeito Aderilo Alcântara explicou que a Prefeitura vai assumir a administração do hospital a partir do dia 1º de novembro, e espera que o Governo do Estado possa se sensibilizar, aumentando o repasse de recursos para a saúde da região.

"Temos um déficit de R$ 255 mil, recursos que a Prefeitura investe para atender pacientes dos outros nove municípios. É muito injusto. O Estado precisa cobrir esse déficit", disse. “Apesar disso, acreditamos em um novo momento na saúde pública da nossa região, mas para isso precisamos do apoio de todos”, completou.
O deputado Agenor Neto destacou que é preciso buscar uma alternativa no sentido de viabilizar mais recursos para o custeio do Hospital Regional de Iguatu. Ele informou que na última reunião com o secretário da Saúde, Henrique Javi, chegou a apresentar uma nova proposta para o Estado, no entanto não obteve resposta. "Pedimos a devolução de R$ 1 milhão que foi retirado do Consórcio de Saúde e mais o repasse de R$ 1,5 milhão para cobrir as despesas do hospital até o final deste ano, no entanto obtivemos o silêncio como resposta", lamentou.

Ele ressaltou que apesar das dificuldades enfrentadas, vai continuar lutando para que a população da região Centro Sul possa ter acesso a um atendimento de saúde de qualidade. “As perseguições são muitas. No entanto, não vamos baixar a cabeça. Tenho certeza de que com a união de todos iremos atingir os nossos objetivos”, pontuou.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright © FABRÍCIO MOREIRA DA COSTA | Powered by Blogger Design by RaffaelNojosa | Blogger Template RN Solucões em designer