O BLOG QUE FALA SÉRIO! fabriciomoreiraadv@gmail.com .

quarta-feira, 27 de abril de 2016

“CONTINUAREI PRESIDINDO O CONSÓRCIO DE SAÚDE DO VALE DO SALGADO COM TODA RESPONSABILIDADE”, diz Simão Pedro.

REUNIÃO EM FORTALEZA
Mesmo sem ter repassado os valores financeiros dos convênios, conhecidos por contratos de rateios, entre os municípios de Cedro, Icó e Lavras da Mangabeira, acerca de um ano e quatro meses, com o Consórcio de Saúde do Vale do Salgado, que mantém funcionando a POLICLÍNICA e o CEO, equipamentos públicos localizados no município de Icó, os prefeitos Nilson Diniz, Jaime Júnior e Gustavo Augusto, continuam usando as redes sociais e emissoras de rádio da região para criticar o presidente do Consórcio de Saúde do Vale do Salgado, prefeito de Orós, Simão Pedro.

O Consórcio de Saúde do Vale do Salgado é formado pelos municípios de Icó, Ipaumirim, Cedro, Lavras da Mangabeira, Umari, Baixio e Orós, onde somente nos últimos dois anos atendeu cerca de 130 mil pessoas que precisaram de médicos, odontólogos, exames, em várias especialidades de saúde.

CRISE.

Os problemas entre os três prefeitos da região do Vale do Salgado – Nilson Diniz, Jaime Júnior e Gustavo Augusto -, com o prefeito Simão Pedro, se deram desde a sua primeira eleição para a presidência do Consórcio, onde os alcaides referidos seguiram orientação minoritária e não conseguiram indicar um de seus nomes a liderança do importante equipamento público.

“Eles reconhecem o excelente nível de atendimento da POLICLÍNICA e CEO, porém, querem atribuições para suas mãos que não tem sentido legal e lógico”, garante Simão Pedro.

REUNIÃO NO GOVERNO DO ESTADO.

Após muitas discussões que já se tornaram públicas, e até mesmo no âmbito externo da POLICLÍNICA e CEO, como o uso das redes sociais e emissoras de rádio para críticas e elogios diversos, o Governo do Estado do Ceará convocou todos os prefeitos da região do Vale do Salgado, na última terça-feira, 26, em Fortaleza, na sede do Palácio da Abolição, com as presenças do Chefe de Gabinete, Élcio Batista, e, do Secretário de Saúde, Henrique Javi, que coordenaram o encontro, para ouvir todas as partes e definir a importância de cada um junto ao Consórcio.

Participaram da reunião todos os prefeitos consorciados, dentre eles, Simão Pedro de Orós (Presidente), Wilson Alves de Ipaumirim; Marineide Pinheiro de Umari; Laura Alencar de Baixio; Gustavo Augusto de Lavras; Jaime Júnior de Icó e Nilson Diniz de Cedro.

PAUTAS.

O Chefe de Gabinete, Élcio Batista, abriu a reunião permitindo que todos os prefeitos presentes tivessem a oportunidade de expor suas críticas, sugestões e elogios, dentro de várias reivindicações apresentadas para a discussão, sobre o Consórcio de Saúde.

Os prefeitos de Icó, Lavras da Mangabeira e Cedro, queriam que fosse exonerado e substituído o cargo de maior responsabilidade e visibilidade, exercido pelo Sr. Kleber Macêdo, que é o de Diretor Executivo do Consórcio, que assume uma gestão geral administrativa, “sendo de livre nomeação do presidente do consórcio”.

Os outros quatro prefeitos presentes, Simão Pedro, Wilson Alves; Marineide Pinheiro e Laura Alencar defenderam a permanência de Kleber Macêdo no cargo de Diretor Executivo, pois, além dele ter se mostrado um servidor comprometido com o Consórcio e, sendo também, responsável desde o início pelos relevantes serviços prestados pela POLICLÍNICA e CEO aos cidadãos que procuram por atendimento na área de saúde.

O presidente do Consórcio, Simão Pedro, exibiu na audiência os protocolos de convites sempre feitos a todos os prefeitos e as atas de todas as Assembleias Extraordinárias, comprovando que nunca os três prefeitos divergentes, no caso o de Icó, Lavras da Mangabeira e Cedro, tiveram interesse algum em participar das ações, discussões e melhorias do Consórcio.

“Do ponto de vista jurídico e legal, nada mais do que certo, que o Cargo de Diretor-Executivo deva continuar sendo nomeado pelo presidente do Consórcio Simão Pedro”, explicou Élcio Batista, Chefe de Gabinete.

Após muitas discussões, foi esclarecido que existe um cargo vago, que nunca fora preenchido, é o de Administrativo-Financeiro na Unidade da Policlínica, ficando acertado que os prefeitos de Icó, Lavras da Mangabeira e Cedro, poderiam indicar a pessoa a preencher a função, caso manifestassem o interesse.

O presidente Simão Pedro colocou a disposição os setores de licitação, contabilidade, etc, do consórcio para quaisquer dos prefeitos, “com suas equipes visitar as unidades, dirimindo dúvidas que por ventura tenham”.

REAÇÃO.

“Não posso aceitar de forma alguma, é hoje ler nas redes sociais, o prefeito Jaime Júnior querendo desgastar a minha imagem de líder político e cidadão de bem, como se estivesse em cima dos palanques de Icó agredindo os seus próprios adversários. Esse estilo não se aceita mais numa sociedade que deseja respostas as nossas dificuldades”, disse Simão Pedro.

09 DE MAIO.

“No próximo dia 09 de maio o prefeito que quiser, pode levar a sua equipe e ter acesso a todos os documentos, pois o Consórcio colocará toda sua equipe a disposição, mostrando que trabalhamos com total transparência”, registrou Kleber Macêdo.

Quanto aos repasses que não foram creditados nas contas do Consórcio, os prefeitos explicaram que ocorreram por problemas técnicos, mas que todos os convênios foram assinados e que em breve tudo será regularizado.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright © FABRÍCIO MOREIRA DA COSTA | Powered by Blogger Design by RaffaelNojosa | Blogger Template RN Solucões em designer