quarta-feira, 4 de maio de 2016

MARCONDES LOIOLA: O NÃO DOADOR DE ÓRGÃOS.



Marcondes Loiola, figura folclórica de nosso Tauá, sertão dos Inhamuns no Estado do Ceará, têm histórias pra preencher qualquer livro de causos.

Certa feita, ele estava em seu barzinho, na rua 7 de setembro de Tauá, quando chegou umas jovens fazendo uma pesquisa sobre "doação de órgãos".

- "Boa noite seu Marcondes. Estamos fazendo uma pesquisa sobre doação de órgãos. O senhor vai doar?".

Marcondes, não se conteve na sua bruteza e sinceridade:

- "Minha amiga não posso doar nada. Tive aneurisma, minha cabeça não presta; bebo todo dia, meu fígado não serve; sou fumante, então o pulmão já está preto e também não serve pra ninguém; quebrei o fêmur, então não dá pra doar; operei a garganta, nem falar sei mais direito. A única coisa ainda que presta em mim é meu anel de sola, mas esse não dou a ninguém e nem empresto".

Finalmente, Marcondes ficou fora da lista dos doadores e as entrevistadoras, por certo, riscaram o seu nome em definitivo de qualquer entrevista sobre o tema.

(Do livro de Causos do advogado e contista Fabrício Moreira da Costa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.