O BLOG QUE FALA SÉRIO! fabriciomoreiraadv@gmail.com .

sexta-feira, 29 de julho de 2016

A SILENCIOSA ASCENSÃO DO PSD NO CEARÁ.

PSD e PMB são comandados no Ceará pela família de Domingos Filho, hoje afastado da política (Foto: Banco de Dados/O POVO)


PSD e PMB são comandados no Ceará pela família 
de Domingos Filho, hoje afastado das urnas 
(Foto: Banco de Dados/O POVO)

Correndo por fora na rixa PDT-PMDB, o PSD cearense se prepara hoje 
para entrar com reais chances de vitória em mais de 40 
prefeituras do Estado. 

Confirmadas as expectativas de seus líderes, a sigla, intimamente 
ligada ao PMB no Ceará, pode estar caminhando para se tornar – 
sem fazer muito alarde – uma das forças políticas centrais do 
Ceará para 2018.

A força das siglas gira em torno da família de Domingos Filho, 
ex vice-governador e hoje Conselheiro do Tribunal de Contas dos 
Municípios (TCM). 

Atualmente afastado da política, ele tem seu projeto tocado 
pelo filho, o deputado federal Domingos Neto (PSD), e sua esposa,
 a prefeita de Tauá Patrícia Aguiar (PMB) – ambos presidentes de 
suas siglas no Estado.

No último ano, PSD e PMB viraram morada estratégica para 
pré-candidatos a prefeituras que, ao menos por enquanto, 
tem interesse em seguir do lado de Camilo Santana (PT). 

Nesse sentido, atraiu os três deputados estaduais e pré-candidatos 
Bethrose (PMB), Laís Nunes (PMB) e Naumi Amorim (PMB). 
Parente do conselheiro, Odilon Aguiar (PMB) veio junto.

A maioria das defecções veio do PMDB, antigo partido 
de Domingos Filho. Rompido com Eunício Oliveira (PMDB) 
em 2014, ele deixou a sigla na esperança de ser candidato
 de Cid Gomes (PDT) ao governo do Estado. Preterido por 
Camilo Santana (PT), acabou virando conselheiro do TCM, 
mas seu grupo manteve as articulações políticas.

Domingos Filho 2018.

Nos bastidores, se comenta suposto interesse de Domingos 
em deixar o TCM - Tribunal de Contas dos Municípios, 
para disputar o Governo do Ceará em 2018. 

Com base de mais de 40 prefeitos e afeita às pequenas 
negociações de interior como poucos, a família pode, se 
não disputar, ao menos ser voz importante no processo eleitoral. 

A movimentação certamente já deve levantar sobrancelhas 
tanto entre cidistas quanto eunicistas.

(POR CARLOS MAZZA, JORNALISTA DE "O POVO").

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright © FABRÍCIO MOREIRA DA COSTA | Powered by Blogger Design by RaffaelNojosa | Blogger Template RN Solucões em designer