O BLOG QUE FALA SÉRIO! fabriciomoreiraadv@gmail.com .

segunda-feira, 27 de março de 2017

Hino do Município de Icó


Criado oficialmente pela Lei Municipal de nº 341, de 18 de outubro de 1995, por meio do projeto de lei nº 010/1995, do então vereador Fabrício Moreira da Costa, o Hino Municipal de Icó.

Uma música de Francinete da Silva Ferreira e letra de Maria da Conceição Ferreira Alves. Esta é a maior prova de que a mulher icoense, inteligente e de fibra, fez e faz história em nosso município, desde os tempos da libertação da escravidão, que tornou Icó exemplo no Brasil.

Trazemos abaixo mais informações deste símbolo (o hino) que, junto à bandeira, o brasão e os monumentos históricos, fazem de Icó um município diferente dos demais.

À nossa cultura de séculos, a devida lembranças e homenagem. 

HINO MUNICIPAL DE ICÓ
Letra: Maria da Conceição Ferreira Alves
Música: Francinete da Silva Ferreira

I
Numa planície arenosa
Velado pela estrela
Icó nasceu tão formosa
Do sertão linda princesa.
De uma capela esculturada
marco de uma pátria florescida
Icó, cidade centenária
altar de Deus na terra erguida.

Refrão

As margens do Salgado
Rio deste Ceará Icó,
és sempre afamada
A glória te exaltará.
Sempre terás a vitória
Deste mistério sem fim
Contigo morar que glória
Quis o Senhor do Bonfim

II
Teus sobrados e casarões
São o passado heranças
Sangrando nos corações
Um futuro de esperanças.
Teu passado glorioso
Te fez um dia capital
Deste Estado portentoso
Tornando tua história imortal

Em outubro de 2015, num exercício com as crianças usuárias dos grupos de convivência do CRAS I, no intuito de popularizar o Hino Municipal, o pedagogo Angelim de Icó identificou alguns equívocos gramaticais existentes na letra do hino e propôs uma Emenda de reformulação e correção que foi aprovada pela Câmara de Vereadores de Icó, por propositura do vereador Maninho Mota(PSD). 
Hino do Município de Icó
(corrigido)
I
Numa planície arenosa
velada pela estrela,
Icó nasceu tão formosa,
do Sertão, linda princesa.
De uma capela esculturada,
marco de uma pátria florescida,
Icó, cidade centenária,
Altar de Deus, na terra, erguido.
Refrão
Às margens do Salgado,
rio deste Ceará,
Icó, és sempre afamada,
e a glória te axaltará.
Sempre terás a vitória
deste mistério sem fim;
contigo morar, que glória,
quis o Senhor do Bonfim.
II

Teus sobrados e casarões
são, do passado, heranças
pulsando nos corações
um futuro de esperanças.
Teu passado glorioso
fez-te um dia capital
deste Estado portentoso,
tornando tua história imortal.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright © FABRÍCIO MOREIRA DA COSTA | Powered by Blogger Design by RaffaelNojosa | Blogger Template RN Solucões em designer