O BLOG QUE FALA SÉRIO! fabriciomoreiraadv@gmail.com .

sábado, 26 de agosto de 2017

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

A PARTICIPAÇÃO DO CEARÁ NA CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR


No local, além da cadeia, funcionou o governo do Ceará e o Judiciário


A Confederação do Equador foi um movimento separatista, que ocorreu no início do século XIX, em que alguns Estados do Nordeste juntaram-se em torno de Pernambuco, para criar um novo país, independente do restante do Brasil. Uma República confederada de Estados Nordestinos, independente do então Império Brasileiro. O conflito possuía raízes em movimentos anteriores, como a Revolução Pernambucana de 1817, que tinha caráter republicano.

Dois lideres insatisfeitos com a implantação da constituição de 1824, a primeira constituição do Brasil, que foi obra de D. Pedro I, que alguns dias antes havia fechado a assembléia constituinte, essa medida do imperador causou indignação em varias províncias do Império. No Nordeste Cipriano Barata e Frei Caneca delatavam o golpe dado pelo imperador, denunciando a nova Constituição como “anti-liberal” e despotismo do Imperador.

Frei Caneca criticava o Poder Moderador (exercido por D. Pedro I, este poder lhe concedia poderes para interferir no Executivo, Legislativo e Judiciário) e era contra a “intromissão do imperador nas questões políticas das províncias”. Com a Independência alguns Estados achavam que o novo governo, representado pelo império, teria caráter federativo, onde as províncias teriam autonomia para resolver seus conflitos internos sem a intervenção da capital do império.

Com a frustração diante das medidas do imperador, Paes de Andrade proclamou a Confederação do Equador, que tinha como inspiração a república norte-americana. A insurreição teve participação popular às chamadas “brigadas populares”; mulatos, pretos libertos e militares de baixa patente, no entanto, a elite que promoveu o movimento não trouxe soluções concretas para os problemas da população carente. O radicalismo instaurado pelas camadas populares, junto à proibição do trafego de escravos, foi responsável pela perda do apoio dos latifundiários, que era essencial para o movimento.

A participação do Ceará na Confederação do Equador devesse a dois aspectos; primeira a subordinação da capitania do Ceará a capitania de Pernambuco que durou de 1656 á 1799, e outro aspecto foi a influência da família Alencar na região do Cariri.

Com a implantação da Constituição de 1824 e a dissolução da Assembléia Constituinte, várias províncias do Nordeste ficaram insatisfeitas com essa medida autoritária do Imperador, sendo Pernambuco a principal delas. Logo algumas vilas do Ceará também se mostraram insatisfeitas como Quixeramobim, onde é declarada a República com José Pereira Filgueiras no comando das Armas. Outras províncias também se mostraram contra a nova constituinte como Crato, Aracati e Icó.

Uma junta presidida pelo Padre Francisco Pinheiro Landim, que estava no comando da província, mostrou sua insatisfação com as medidas de D. Pedro I através de um oficio dirigido, ao mesmo, onde a junta repudia suas ações.
Com a nomeação de Costa Barros para presidente da província do Ceará, a junta provisória é deposta, e inicia-se a luta da elite local para retomar o poder.

Assim, com a deposição do Governo Provisório os Filgueiras procuram arregimentar forças para conspirar a queda de Costa Barros. Este faz pronunciamentos que deixam a população descontente, sem apoio popular e com a pressão por parte dos Tristãos e Filgueiras, Costa Barros demitiu-se da presidência da província.

Com a saída do poder de Costa Barros, a oposição organiza um governo rebelde chefiado por Tristão Gonçalves de Alencar Araripe e José Pereira Filgueira que reinicia as relações com Pernambuco. A província de Pernambuco era o foco irradiador da confederação, era ela que fornecia armas, oficiais estrategistas para o Ceará, além de uma tipográfica responsável pela impressão do primeiro jornal do Ceará.

A Republica no Ceará se consolida em 26 de agosto, em um Grande Conselho formado por 405 eleitores mais influentes da província.

No entanto a repressão imperial se fez em 12 de Setembro quando o brigadeiro Luis Alves de Lima e Silva subjugou os rebeldes e restabeleceu o comando da província de Pernambuco ao poder imperial. Os lideres rebeldes fugiram ou foram capturados e condenados a morte.

Alguns lideres da revolução quando da chegada das tropas imperiais se renderam e outros traíram os ideais revolucionários ajudando a derrubar a república que eles próprios ajudaram a criar, como José Félix de Azevedo e Sá e Luis Rodrigues Chaves.

Concluímos, que o movimento revolucionário no nordeste foi um movimento de classe, onde os “elementos dominantes” usaram a população para defender seus interesses e não o interesse do povo, inexistindo projetos de mobilização social.

Fonte: ARAÚJO, Maria do Carmo R. A participação do Ceará na Confederação do Equador. In: SOUZA, Simone (Org). História do Ceará. Fortaleza: Fundação Demócrito Rocha, 1995.

ATRICON ENTRA COM AÇÃO NO SUPREMO CONTRA PEC QUE EXTINGUIU O TCM


A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) recorreu, na última quarta-feira, da decisão que extinguiu o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Deu entrada com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF). A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de extinção do TCM foi publicada no Diário Oficial na segunda-feira, 21.
O presidente da Atricon, Valdecir Pascoal, encontra-se em Brasília. Com ele, está Domingos Filho, que era presidente do TCM.
De acordo com a PEC, as contas das prefeituras cearenses serão examinadas por membros do Tribunal de Contas do Estado, e os servidores efetivos do TCM também passam a integrar os quadros do TCE. A extinção é resultante de emenda proposta pelo deputado estadual Heitor Férrer (PSB), que ganhou força após a reeleição de Zezinho Albuquerque (PDT), numa briga entre o governo, os Ferreira Gomes e Domingos Filho.

(Com O POVO Online)

domingo, 20 de agosto de 2017

Na mesma escola!


A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo

Em 1982, ocorreu uma das eleições municipais mais disputadas no município de Icó, haja vista a pluralidade de candidatos a prefeito e vereadores.

À época, ainda, o voto era apurado em cédula de papel, onde o eleitor escrevia do próprio punho o número e nome do candidato escolhido nas urnas.

Pois bem, Chico de Manduca, líder guardado no coração do povo, foi candidato a vereador e restou eleito com expressiva votação.

Porém, ainda no processo apuratório, houve um pequeno desentendimento entre Manduca e o advogado Jaime Alencar(Jaimizinho, in memorian).

Foi detectado que 20 (vinte) cédulas tinha a mesma grafia e cor da tinta, possivelmente gêmeas.

Instado a se explicar, Chico de Manduca não fez arrodeios perante o juiz eleitoral:

- "Seu doutor não existe nada de errado pra esse advogado fazer confusão. A letra de meus eleitores são todas parecidas, porque eles estudaram a vida inteira na mesma escola aqui do Catavento".

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

Instalada Casa do Patrimônio em Icó

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e área interna
A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Com a presença do superintendente do IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Ceará, Otacílio Macêdo, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico, Cultura e Turismo do Município de Icó, instalou na última quinta-feira, 17, a "Casa do Patrimônio".

A Casa do Patrimônio funcionará no Sobrado Mariinha Graça, na sede da Secretaria de Cultura do Município, no Centro Histórico da cidade.

O evento contou com a presença de artistas, professores, historiadores, estudantes, ativistas culturais, autoridades locais e cidadãos icoenses.

A prefeita Laís Nunes foi representada pelo vice-prefeito Quilon Peixoto.

"Instalar mais um equipamento que manterá parceria para o desenvolvimento cultural em Icó, para nós não é apenas um avanço, mas a certeza que nosso município se destaca da melhor forma no cenário estadual e nacional do Patrimônio Histórico e Artístico", destacou a Secretária Ana Glessy.

O Superintendente do IPHAN, Otacílio Macedo, ressaltou em sua fala aos presentes, "a beleza que tem o Icó com seus sobradões, casarões e igrejas tricentenárias".

Após a solenidade de instalação da Casa do Patrimônio ocorreu apresentação artística com poetas, músicos e ativistas culturais locais.

Historiadores do município fizeram uma apresentação especial da rica história icoense as autoridades do IPHAN e aos presentes.

Ex-governador Cid Gomes e a prefeita Laís Nunes discutem cenário político.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área interna
CID E LAIS
A prefeita de Icó Lais Nunes e Cid Gomes se encontraram nesta sexta-feira, 18, em Fortaleza, no apartamento pessoal do ex-governador do Ceará, onde discutiram o cenário político e econômico estadual e nacional.

Cid Gomes, que foi deputado estadual, governador e prefeito de Sobral por duas oportunidades, disse a prefeita icoense que quando administrou Sobral, logo nos primeiros meses foi muito criticado; mas com coragem tomou decisões fortes e hoje é amado por seus conterrâneos pelo sucesso de sua gestão, à época.

"Laís Nunes tem vocação política; é honesta, do bem e tem compromisso. A avaliação de sua gestão será feita em momento oportuno. Conta com nosso apoio e do governador Camilo Santana", registou Cid Gomes.

Laís Nunes colocou de forma transparente o legado recebido em Icó e das dificuldades enfrentadas para superar os desafios a frente da prefeitura icoense.

"Queremos celebrar o maior número de parcerias entre os governos federal e estadual para alavancar o desenvolvimento do Icó", disse Laís Nunes.

A prefeita de Icó entregou ao ex-governador uma pauta com várias reivindicações.

Cid Gomes prometeu agendar uma visita à Icó para uma reunião com os secretários municipais da gestão Cidade Feliz, onde na oportunidade, estará expondo sua experiência exitosa enquanto prefeito de Sobral e Governador do Ceará.

A DOCE VIDA DE JAIME JÚNIOR EM FORTALEZA.

Resultado de imagem para jaime júnior icó

O ex-prefeito de Icó não tem profissão definida, vive apenas de empregos públicos temporários desde 2000, quando veio a Icó para servir ao então prefeito Neto Nunes, a quem o chamava de “chefe”, na condição de chefe de gabinete.

À época, utilizava-se dos microfones da rádio Papagaio-FM, diariamente, para elogiar os Nunes – de Marcos Nunes a Oriel Nunes.

Sedento pelo poder, como disse o médico e atual vice-prefeito de Icó, Quilon Peixoto, Jaime Júnior observou um espaço vazio e, como bom oportunista, preencheu-o da pior espécie possível: traindo seus aliados que lhes deram “pão e água”.

Hoje, após meses na ociosidade, fechou acordo político no restaurante Dallas de Fortaleza - um dos mais luxuosos da capital, com os seus novos Deputados: Audic Mota e Danilo Forte.

De presente, segundo o portal Observatório dos Inhamuns, ganhou um empregão de chefe da ADAGRI junto ao Governo do Estado.

Em Icó, ele coloca os pés e as mãos bem cuidadas pelas manicures da capital de José de Alencar apenas a cada dois meses. Vai as redes sociais, a Rádio Vale, passa o dia jurando ser o homem mais sabido e honesto do mundo, agride os seus antigos aliados que lhes salvaram com emprego em momento de tamanha angustia, e, some à doce vida da capital de todos os cearenses.

E que DOCE VIDA: mora na BEIRA-MAR, em apartamento de luxo avaliado em 3 milhões de reais, segundo a imprensa e as lideranças de Icozinho - que um dia lá estiveram, para a anuência da jazidas da estrada asfáltica do Vale do Capim Pubo e adjacências.

Distante dos nossos problemas, o referido moço incentiva o ódio para dividir o eleitorado e o povo e segue levando a vida em Fortaleza, gordo, com salário de 15 mil reais mensais da ADAGRI, esperando apenas o grito das urnas em seu prol sem esforço algum.

Pense num rapaz ingênuo! 

Só não esqueça ele, que ninguém subestima a inteligência do povo, que cobrará cada centavo do caos que ele deixou de legado ao sumir de Icó em 30 de dezembro de 2016, rumo ao exterior com toda a família de férias não merecidas, já que pouco trabalho deixou implantado em benefício dos icoenses.

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista). 

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

PACIENTE DO CAPS VIRA ATRAÇÃO EM RÁDIO DE ICÓ

EDMAR PEREIRA

De uma pessoa antes agressiva, hoje atenciosa e folclórica. Estas são as atuais virtudes de José Edmar Pereira de Araújo, de 50 anos de idade, paciente do Caps - Centro de Atenção Psicossocial, residente na rua São Miguel, no Alto Manoel Mariano, na periferia do município de Icó(CE).

Edmar Pereira, há mais de seis anos, ganhou espaço na Rádio Papagaio-FM(97.5), através dos radialistas Marcondes Reis e Deusivan Macêdo, no programa Show de Esportes que apresentam ao meio dia na emissora, que é líder de audiência no horário.

Nas terças-feiras, o programa de esportes se transforma no projeto "O Funaré", com a participação de artistas da terra; repentistas; tem o “Mudo” que fala; João, “O Torcedor”; o Pastor Zé Gilson; o cantor “Parceiro”; sanfoneiros e com a participação especial de Edmar Pereira, que responde as perguntas do apresentador Deusivan Macêdo, tais como:

- Quem foi a primeira mulher presidenta do Brasil? Edmar responde na ponta da língua: Dilma!

- Quem quebrou o Brasil? A resposta vem de imediato: Michel Temer!

- Quem descobriu o Brasil? Eis a resposta: Pedro Alves Cabral. 

E por aí vai...

Edmar Pereira ainda canta músicas. Já gravou até vinhetas para emissora. Hoje, ele tem o carinho de todos os funcionários da rádio, da população de Icó e do diretor da emissora, Carlinhos Nunes.

Segundo psicólogos do município que atendem no CAPS, a emissora de rádio se transformou em uma terapia para aos pacientes, sendo um processo positivo para melhorar a autoestima.

Apesar das limitações, Edmar Pereira demonstra amor pelas pessoas mais próximas e muito afeto. Ele reside com sua mãe idosa, que é deficiente visual, e fica sob os cuidados de uma de suas irmãs que reside ao lado.

De segunda a sexta-feira, Edmar Pereira já chega cedinho na rádio Papagaio-FM, para aguardar o horário de sua participação, ao vivo, no programa Show de Esportes. Vinhetas com a voz extrovertida dele, constantemente, são usadas na programação da emissora. Como: “cortaram o rabo do jumento e tô revoltado”; “é melhor um gato miando do que um cachorro latindo”; “tão matando os cachorros, sai da frente, sai da frente”; “miau...miau...miau”; “eita desmantelo, eita desmantelo”, dentre outras, já viraram atração a parte.

Os próprios familiares dos pacientes do CAPS, e pessoas mais próximas a Edmar Pereira, admitem que ocorreu uma verdadeira transformação depois que ele começou a frequentar a emissora. O radialista Deusivan Macêdo, acrescentou que os microfones o transformaram pra melhor, totalmente.

“Antes, ele arremessava pedras em veículos na cidade ao ser provocado; hoje, Edmar Pereira se tornou um Pop Star, onde dá até autógrafos nas ruas da cidade e fica envaidecido quando é reconhecido pelas pessoas”, lembrou Macêdo.

(Texto e reportagem, do radialista Richard Lopes). 

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

MOVIMENTO POLÍTICO DENOMINADO DE "DIREITA ICÓ" É CRIADO NO MUNICÍPIO

A imagem pode conter: 15 pessoas, pessoas sorrindo, área interna

Um grupo de jovens, mesmo sem afinada definição ideológica, criou o movimento político denominado de "Direita Icó", no último final de semana no município icoense.

A reunião juntou alguns jovens para tratar assuntos relacionados ao movimento que, em tese, trata-se de apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro(PSC), deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro, considerado um parlamentar de ultra-direita, onde tem andado o país como pré-candidato à presidência do Brasil para 2018.  

Leilão de terreno do Terminal Rodoviário de Icó está agendado para 17 de agosto


Dia 17 de agosto de 2017, às 09h, na sala da Comissão de Licitação, na Rua Francisco Maciel, 2194, térreo, Centro de Icó. 
Estas são as informações do dia, hora e local da sessão de recebimento e abertura dos envelopes para a realização da "alienação do imóvel Terreno Pátio do Terminal Rodoviário, situado na Rua Francisco Maciel, Rua 2 de Abril, Av. Nogueira Acioly, de 3.188,60 m²".
As informações foram publicadas no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Ceará e no Diário Oficial do Estado [DOE], ambos no dia 18 de julho último, a Comissão Permanente de Licitação divulgou o Edital de Licitação - Concorrência Pública nº 01.01/2017 - Maior lance ou maior oferta. 
Conforme a documentação, as regras, especificações e exigências descritas no edital e seus anexos estão no site do TCM-CE e informações podem ser obtidas pelo telefone (88) 3561-1508.
RECURSOS PARA PAGAMENTO - Com preço mínimo estimado em R$ 5.180.901,05 [cinco milhões, cento e oitenta mil, novecentos e um reais e cinco centavos] no terreno municipal, a previsão é de que o valor arrecadado seja destinado ao pagamento integral do salário de dezembro de 2016 dos servidores públicos municipais de Icó, conforme acordado em reunião entre a Prefeitura Municipal de Icó [PMI] e o Ministério Público do Ceará [MPCE].
De acordo com o edital, o lote maior está subdividido em 21 outros lotes, com tamanhos que variam de 107,71 m² a 213,89 m² e valores estimados entre R$ 175.009,36 e R$ 347.532,75.
(COPIADO DO ICÓ É NOTÍCIA).

Música, cultura, dança e arte.


A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, sentado, sala de estar e área interna

Essa lindona icoense - Renata, jornalista de formação e talento puro, é filha do querido casal de amigos Netinho e Ana Christina.
Ao lado de Wellington e cia, na última sexta-feira 4, deram vida ao calçadão do Teatro da Ribeira dos Icós.
Como nós(Minha esposa e filhos) a queremos muito bem, registramos nesse espaço, a alegria de quem faz sempre a diferença.

Antônio Baixinho é que conta!


A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, xícara de café

Quando era jovem, Antônio Baixinho da Vila Neuma do Iguatu, arrumou um trabalho e, daí, juntou boas economias.

Resolveu, então, criar galinhas para aumentar sua renda mensal. Vendia galinhas e ovos caipiras, diga-se!

Certo dia, um meliante invadiu o seu quintal, levando consigo suas galinhas.

De sobra, apenas um GALO com um bilhete pendurado no pescoço:

- "Antônio, só não levei o galo, também, porque não gosto de MACHO".

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

sábado, 5 de agosto de 2017

#ICOENSES


A imagem pode conter: 1 pessoa


Nunca fui de fugir aos desafios que a vida me impôs. 

Quando aceitei disputar o mandato de Prefeita da nossa terra querida, tinha ciência de que, em caso de vitória, teria uma tarefa árdua pela frente.

E encarei mesmo assim. De frente. Sem medo!

Minha vitória nas urnas foi um julgamento. Venci um gestor que pediu para continuar e o povo soberano de Icó disse NÃO. E eu fui escolhida.

E aqui estou!

Em pouco mais de sete meses de atuação, venho administrando um município complexo, com uma herança de problemas graves em todas as áreas. E em todas as secretarias!

Herdei uma cidade endividada e a conta que tem que ser paga é de quase 100 milhões de reais(15 milhões de restos a pagar somente de 2016). 

É uma verdade que não pode ser desmentida, como também é verdade que, pagar essa conta é tarefa que, infelizmente, exige sacrifícios.  

São milhões de reais retidos no FPM nos primeiros meses de 2017; folha de pagamento que consome quase 63% dos recursos; salário dos professores em atraso e um passivo sem fim de dívidas que temos que pagar.  

Não estou aqui para tomar decisões contra o interesse público e contra o nosso povo, mas é meu papel, enquanto gestora, sanear a máquina para poder governar. 

Só assim, recuperando as finanças públicas e o equilíbrio fiscal, conseguirei pôr em prática as propostas e compromissos que fiz, mas só chegaremos lá, resolvendo a montanha de problemas que encontrei ao assumir o Palácio da Alforria.  

Peço com humildade aos munícipes que pesem e ponderem que desmantelar é fácil, ajeitar demora e requer paciência, determinação, competência e trabalho. 

Querem os inconsequentes do passado, jogarem na atual gestão, a desordem que eles mesmos criaram.

E, apesar dos problemas, temos avançado!

Estados ricos como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul pagam os salários dos servidores de forma parcelada, enquanto aqui, no sertão nordestino, estamos pagando em dia e dentro do mês trabalhado. 

Mas, não temos como fugir das turbulências impostas pela realidade difícil, a um fato que é do conhecimento de todos: não sou imune a erros ou equívocos, mas
estou sempre disposta a ouvir, dialogar e buscar o entendimento. 

Minha determinação permanece focada no objetivo maior de promover o bem comum, tornando o Icó um lugar melhor para se viver e criar nossos filhos. 

Juntos haveremos de conseguir!

#LAÍS NUNES 
#Prefeita Municipal de Icó
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial
Copyright © FABRÍCIO MOREIRA DA COSTA | Powered by Blogger Design by RaffaelNojosa | Blogger Template RN Solucões em designer