terça-feira, 31 de agosto de 2021

Cizota Tavares



Cizota Tavares, agente prisional de Icó que já partiu da vida terrena, deixou histórias para dezenas de livros. E ele curtia todas elas ao seu jeito; sabia que virava piada, mas não estava nem aí...

Coisas simples do nosso cotidiano, mas que era pura alegria. O escritor e contista Dr. Chiquinho Peixoto sabe de muitas delas. E Cizota é um personagem tombado em seu livro de causos.

Eu adoro uma onde ele chamava Sua Excelência (uma Juíza de Direito) que teve assento em nossa histórica Comarca de Icó de "Doutora Meretriz".

A juíza simples e elegante, apenas ria, após chamar-lhe a atenção devida ao termo empregado.

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

DAMIÃO PRIMO




Damião Primo, sogro do pastor João Batista, era um cidadão muito conhecido e querido em Icó. Tinha voz grave, de tom elevado e forte, transeunte rotineiro de nossas ruas largas e becos estreitos...!

Trabalhador dos sois cotidianos, gostava muito de política, e por décadas não perdia um evento sequer na cidade.

Lembro, certa vez, que prestou um serviço em meu sagrado lar. Paguei; e ele gentilmente agradeceu!

Retornou 30 minutos após; veio devolver 50 reais a mais do que fora acertado, nota esta envolta no dinheiro trocado.

Gente das antigas; pessoa honesta e de palavra.

Antes de retornar à Pátria Celestial, ainda o visitei com o irmão João Batista, ele já enfermo, mas com o mesmo brilho nos olhos.

Doutor Juraci Magalhães



O médico Juraci Magalhães nasceu nos sertões ressequidos de Senador Pompeu, torrão do meu querido amigo e prefeito Mauríção Pinheiro, onde ainda bem jovem veio estudar e fincar domicílio na capital de José de Alencar e de Iracema dos lábios de mel; Fortaleza.

Filiado ao PMDB de Paes de Andrade, Iranildo Pereira, Mauro Benevides, Castelo de Castro e de tantos outros homens públicos notáveis e democratas, restou indicado pela agremiação para ser o candidato a vice-prefeito de Fortaleza na chapa encabeçada, à época, por Ciro Gomes.

Como jovem militante do PDT, naquele período de 1986/92, já acompanhava a peleja política dos sertões à capital dos bancos do Colégio Santo Inácio defronte a Praça da Imprensa e, mais adiante, da Universidade de Fortaleza (UNIFOR).

Com os contemporâneos José Nunes Rodrigues, Antônio de Pádua da Graça, Fábio Nogueira, dentre outros, nos intervalos do curso de direito não faltavam os debates acalorados sobre as efervescentes campanhas eleitorais e acerca das gestões municipais, cada um com sua análise e ponto de vista, que era por todos respeitado.

Doutor Juraci, com a renúncia do mandato do Ciro Gomes para disputar o Governo do Estado, se efetivou como prefeito. E diga-se: foi um grande gestor guardado no coração do povo fortalezense até os dias atuais.

Engoliu um câncer; conseguiu se manter distante das travessuras do enrolado genro Serjão e seguiu com o seu jeito simples e vibrante do cotidiano de nossa capital.

Em 1994, tendo em vista sua imensa popularidade que se espalhava em todo o estado e também no país, Doutor Juraci Magalhães se lança candidato ao Governo do Ceará.

No Largo do Théberge, em Icó, onde demora o nosso mais importante Patrimônio Histórico que é referência da humanidade, fizemos um grande evento de pré-campanha com direito a Trio Elétrico e ao embalo do famoso cantor Ricardo Chaves. Um comício, na verdade, que fiz o discurso de abertura por designação de Paes de Andrade!

Percorremos vilas, sítios e lugarejos do Icó e do Jaguaribe naquele período. Sempre com excelente acolhimento, vez que o "véi" era simples, carismático e bebia de forma compartilhada com outros umas boas doses de uísques.

Passado tanto tempo, o homem que foi um grande tocador de obras, ações e projetos, se coloca como candidato a Deputado Federal. Nossa capital, com votos suficientes pra eleger quem seja em apenas um bairro, derrotou o prefeito das grandes massas, Dr. Juraci Magalhães, em seu desejo de ir para Brasília.

Aliás, com votação pífia, enquanto consagrou nas urnas políticos sem qualquer compromisso, serviço prestado e história para com o nosso Ceará e Fortaleza!

Resta-nos, tão-somente, as lembranças e as reflexões do fatos que entraram eternamente pra história.

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado, contista e ex vice-prefeito de Icó).

Pau de Jacu



Como todos sabem o Pau de Jacu - instituição não governamental fincada no centro comercial de Icó -, estava de recesso por conta da pandemia.

Naquele ambiente aberto ao diálogo e eclético por tantas temáticas abordadas, é presidida por Vicente das Lavras, desde o retorno de "JACU" à Pátria Celestial.

O local vai ganhar uma reforma da prefeitura municipal de Icó em todo seu entorno e, desde já, solicitei um banco novo para que a tradição tenha continuidade.

Assim seja!

HOMEM DESPREVENIDO



Moacir Brasil, fazendeiro e radialista de Icó, não deixa uma pergunta sem resposta e tem raciocínio rápido; vez que também é poeta.

Certo dia ele estava na rádio Brasil-FM onde comanda um programa de viola, quando chegou um amigo à sua procura.

- "Amigo Moacir minha mulher está grávida de nove meses, estou desprevenido e preciso de 500 reais emprestado".

Brasil, com sua inteligencia, não deixou por menos:

- "Ora se você tem uma mulher que está grávida há 9 meses e encontra-se desprevenido, imagine eu que estou sabendo que ela está buchuda agora. Tenho não!".

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

sábado, 28 de agosto de 2021

Chafariz do Sítio Gambá, na Região do Vale do Capim Pubo, no município de Icó


Instalado com sucesso!

São 32 destinados ao município de Icó.

É a força do trabalho da prefeita Laís Nunes e do vice-prefeito Dr. Quilon Peixoto junto aos nossos parlamentares!

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

"Macarrão Amigo"



Parabenizo, com imensa alegria, os benfeitores do Projeto Social "Macarrão Amigo" por mais uma edição "do bem".

Alimentar vidas com amor, fé, água e pão, é sem dúvida observar no presente um grande e profundo futuro de esperanças, assim como fez o mestre Jesus de Nazaré!

- O advogado Freitas Júnior e toda a moçada que compartilham, sem retórica, essa ação prática é merecedora de todo o respeito.

LAÍS NUNES SE REÚNE COM O MINISTRO MILTON RIBEIRO

Na manhã de hoje (27) a prefeita de Icó Laís Nunes, esteve no município de Itapajé para a inauguração do Campus da Universidade Federal do Ceará (UFC), juntamente com o seu esposo e líder político Neto Nunes, o Reitor da Universidade Federal do Cariri (UFCA), professor Ricardo Ness, e o deputado federal Domingos Neto. 

Na oportunidade, por intermédio do deputado federal Domingos Neto, a comitiva icoense conversou bastante com o ministro da Educação do Brasil, Milton Ribeiro, sobre a implantação de um EAD (Ensino à Distância) com urgência na UFCA em Icó. 

"De forma atenciosa, o ministro ouviu a mim e a Domingos Neto; ficou combinado também uma reunião, em Brasília, na sede do Ministério da Educação, para discutir de forma definitiva a implantação do Campus Federal da UFCA em nossa cidade, tendo em vista a sua importância para os munícipes icoenses e da região do Vale do Salgado", disse Laís Nunes.

Projeto Alimentar Bem distribui 40 mil alevinos da SDA para povoamento dos Açudes Comunitários em Icó

 



Representantes da Prefeitura Municipal e Secretaria de Agricultura de Icó estiveram na manhã de hoje (27) no Açude Lima Campos para receber a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), o engenheiro de Pesca, Taffarel Rodrigues Fernandes e o técnico em Aquicultura, Antônio Carlos Teixeira.

“Na oportunidade, foi executado o Projeto Alimentar Bem, com a distribuição de 40 mil alevinos em 27 açudes Comunitários do Município de Icó, a fim de fortalecer a política alimentar e nutricional, além da renda familiar dos ribeirinhas”, destacou o secretário Gildomar Gonçalves.

Estiveram presentes o procurador do município, Dr. Fabrício Moreira, João Parnaíba, presidente da Federação das Associações; articuladores Políticos Comunitários, Raimundo Nonato do Sintraf, Vereador Iatagã Matias e Presidentes de Associações.

(DA ASCOM\PMI).

PASSAGEM MOLHADA DO CRUZEIRINHO

 


A passagem molhada do Distrito do Cruzeirinho, no município de Icó, é grande em extensão e é responsável pela travessia de centenas de automóveis por dia para a extrema esquerda da região, onde localiza-se diversas comunidades rurais, fazendas, criações de ovinos e caprinos. 

Região agrícola promissora do município de Icó, inclusive, produtora de Carcinicultura (Camarão) que chega a 100 hectares.

A passagem molhada, por projeto da prefeitura icoense, passará em breve por alargamento, reforma e qualificação técnica, haja vista que nesse percurso se encontram as águas do Rio Salgado e Jaguaribe. 

Imagens: Ulisses Lima.

SANTINO BANDEIRA DO ICÓ



O amigo Santino Bandeira é um ativista político por vocação; religioso, conhecedor das coisas do Icó, há décadas sempre se fez presente nas pelejas políticas partidárias.

Tem muitas histórias pra contar, vez que sempre foi partícipe de grandes eventos que marcaram as últimas quatro décadas da vida pública icoense.

Certa feita foi candidato a vereador em uma concorrida eleição municipal, onde não foi eleito à Câmara Municipal, mas obteve excelente votação.

Em 1996, antes mesmo da apuração final das urnas, Santino Bandeira que é muito temente ao Senhor do Bonfim, foi à Igreja agradecer por sua eleição e comemorar a vitória.

Por volta das 21h, soube que foi publicado o resultado oficial do pleito e ele tinha ficado nas primeiras suplências.

Magoado e decepcionado, ele se reservou em sua residência por dias a fio. Chico de Manduca, seu amigo de muitas disputas eleitorais, resolveu montar uma comitiva para visitá-lo e emprestar-lhe solidariedade.

Fui chamado a fazer parte do grupo de amigos, à época, pra visitá-lo!

Segui com os vereadores Chico de Manduca, Costinha e Ademir Maciel ao encontro de Santino Bandeira em seu sagrado lar.

Chico de Manduca, habilidoso cidadão, começou a dar-lhe força e nós confirmávamos cada palavra. Daí, eis que surge uma parente do Bandeira que, ainda nervosa com o decepcionante pleito, pediu para que fôssemos embora e ainda soltou em nossa direção alguns belos adjetivos.

E a reação dele, enfim, venho para o bem:

- “Não faça isso com eles. Já basta ter pedido às eleições, agora você deseja que eu perca meus amigos?”.

Santino Bandeira se levantou da rede e encontra-se de pé e firme até os dias atuais!

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

A CONTA DA ENERGIA



Zé Wellington, ex-sacristão do Padre José Augusto em Icó, foi se queixar na ENEL (ex-COELCE) que sua conta de energia elétrica estava com preço abusivo e cara demais.

O educado servidor da ENEL, perguntou ao sacristão se sua residência tinha ar-condicionado, chuveiros elétricos e ferro de engomar, utensílios estes que sempre aumentam o consumo diário.

- "Não tenho nada disso", cuidou de explicar.

Em visita ao domicílio sugerido à diligência pessoal do servidor da ENEL, restou esclarecido que de fato não tinha ar-condicionado, chuveiros elétricos e nem outros aparelhos capazes de aferir uma energia tão vultosa.

- "Icó está muito quente e não tenho ar-condicionado para poupar energia, mas para esfriar a casa um pouco meu Senhor, eu deixo a porta da geladeira e do congelador abertas a noite inteira", esclareceu Zé Wellington.

E o servidor, em seu relatório, restou fácil atestar o tamanho e o motivo do valor da conta na residência do sacristão icoense.

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

Durante visita à passagem molhada do Cruzeirinho, Laís Nunes recebe reconhecimento e apoio de produtores locais de camarão





Durante agenda extensa de compromissos nessa quarta-feira (25), a prefeita Laís Nunes visitou a passagem molhada no Cruzeirinho, juntamente com o líder político Neto Nunes, deputados Domingos Neto (federal) e Oriel Nunes Filho (estadual) e comitiva.

“Assinamos ontem a Ordem de Serviço para a reforma da passagem molhada do Cruzeirinho; uma obra que vai ajudar muitas pessoas não apenas em relação ao tráfego no local, mas acesso da população local e escoamento de produções locais”, explicou a prefeita Laís Nunes.

“É incrível estar presente e ver toda a potencialidade desta passagem molhada e das produções locais de perto! Fico muito feliz em poder contribuir para este município que me abraçou e do qual também faço parte”, afirmou o deputado federal Domingos Neto.

Na ocasião, eles se reuniram com os produtores municipais de camarão Paulo Batista e Roberto de Detino que reconheceram todas as ações que a prefeita Laís Nunes vem fazendo por Icó e comemoraram a parceria com os deputados presentes.

Estiveram presentes também durante a visita o presidente da Câmara Fernando Nunes, os vereadores Iatagan Matias, Maria do Cal e Kailton do SUCAM, superintendente da Funasa, Marlos Costa e o procurador do município, Dr. Fabrício Moreira.

Fotos: Perpétua Sousa\Jornalista Priscila Ipirajá).

DOMINGOS FILHO DO SERTÃO À CAPITAL



Quem conversa com o ex-vice-governador do Estado do Ceará, Domingos Filho (PSD), só ouve dele uma certeza:

- "Que estará presente no circuito eleitoral majoritário de 2022".

A imprensa - rádios, blogs, TVs e jornais - insinua todo tipo de cenários e fala por si, jamais por ele, vez que o próprio se define abertamente.

Quando das eleições estaduais pretéritas, até o último momento, Domingos Filho se manteve aberto ao diálogo, paciente, centrado e sempre conversando com todos os setores da sociedade, enquanto muitos desenhavam espaços diversos.

Domingos Filho populariza qualquer chapa majoritária, seja como cabeça ou na vice, levando a capital aos Sertões do Ceará, pois conhece o povo, suas dificuldades e esperanças.

Poeta, advogado municipalista, com vasta experiência administrativa, ex-presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), deputado estadual por várias legislaturas, igualmente, sua gestão como presidente da Assembleia Legislativa, promoveu abertura plural e democrática dos grandes temas compartilhados em todas as suas aéreas e esferas de poder.

Foi um marco!

Ciro Gomes, meu presidenciável, sempre afirma que conhece o Brasil de ponta a ponta e, que no momento, não temos tempo para estagiários no Poder Executivo Estadual e Federal.

Assiste razão, o Ciro, pois desafio quem conhece mais o Ceará e o seu povo dos supostos nomes colocados à análise do pleito vindouro, do que o Leão dos Inhamuns Domingos Filho!

De uma coisa é certa, com Domingos Filho no Palácio da Abolição além de sua farta qualificação política, profissional e pessoal, teremos a certeza de que o povo chegará dos Sertões à Capital e vice-versa ao poder!

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado, contista e ex vice-prefeito de Icó).

Deputado Estadual Oriel Nunes Filho & Deputado Federal Domingos Neto: da Assembleia Legislativa à Câmara Federal em Brasília; dupla forte do Icó, da região Vale do Salgado e do Ceará!

 


Deputado Domingos Neto em Icó reforça parcerias e anuncia recursos para o município



Ao lado da prefeita Laís Nunes, do ex-prefeito Neto Nunes, de vereadores e lideranças locais, Domingos Neto assumiu o compromisso de repassar R$ 2 milhões em emendas para o município custear as despesas de saúde.

O deputado federal Domingos Neto cumpriu agenda nesta quarta-feira (25) no município do Icó, no Vale do Salgado.

O primeiro compromissos foi a inauguração da UBS do bairro Cidade Nova.

Ao lado da prefeita Laís Nunes, do ex-prefeito Neto Nunes, de vereadores e lideranças locais, Domingos Neto assumiu o compromisso de repassar R$ 2 milhões em emendas para o município custear as despesas de saúde.

Em seguida, foram dadas ordens de serviço para a instalação de 32 poços profundos (parceria com o Ministério da Saúde/Funasa) na zona rural, a instalação de 30 mil metros quadrados de piso intertravado (parceria com a Codevasf) nas principais ruas do Icó e inauguração de praça e escola municipal no distrito de Lima Campos.

“Tenho raízes no Icó e eu nunca poderia deixar de servir ao município.

Estamos hoje mais unidos do que nunca para o benefício da população do Icó. Onde chegar o meu prestígio e o meu trabalho não economizarei esforços para garantir recursos ao município”, disse Domingos Neto que autorizou ainda mais R$ 3 milhões para obras de calçamento no Icó.

“Nossas palavras são de gratidão pelo empenho do deputado federal Domingos Neto em ajudar o custeio da Saúde e pelos benefícios que ele está trazendo para o Icó”, destacou a prefeita Laís Nunes.

“A parceria com o deputado federal Domingos Neto traz benfeitorias que melhoram a vida da população do Icó”, concluiu o líder político, ex-prefeito Neto Nunes.

Foram dadas ainda as ordens de serviço para a construção da passagem molhada na localidade de Cruzeirinho, Mercado da Carne e entorno do Mercado Central e de 30 mil metros quadrados de asfalto e sinalização.

(DO BLOG INTRIGANTE).

terça-feira, 24 de agosto de 2021

Pacote de Inaugurações e Ordens de Serviços em Icó




Nesta quarta-feira (25), a prefeita Laís Nunes cumpre agenda de inaugurações, visitas e assinaturas de Ordem de Serviço no município de Icó, que poderá ser acompanhada pela população de forma on-line, através de transmissão ao vivo na página da Prefeitura de Icó no Facebook e pela rádio Papagaio FM (97,5).

Confira a programação: 

- Inauguração da Unidade de Saúde do Bairro Cidade Nova às 9h; 

- Ordem de Serviço da reforma do Mercado da Carne às 15h; 

- Ordem de Serviço do Entorno do Mercado Central às 15h; 

- Ordem de Serviço da reforma da passagem molhada do distrito de Cruzeirinho às 15h; 

- Ordem de Serviço de 30 mil metros quadrados de pavimentação em Intertravado para ruas e avenidas do Município às 15h; 

- Ordem de Serviço de 30 mil metros quadrados de asfalto para ruas e avenidas do município às 15h;

- Ordem de Serviço da instalação e limpeza de 34 poços profundos na zona rural do município às 15h; 

- Reforma e ampliação da Escola Monsenhor José Camurça às 18h; 

- Inauguração da Praça Central do Distrito de Lima Campos às 18h; 

Presenças da prefeita Laís Nunes; ex-deputado estadual e líder político Neto Nunes; Deputado Estadual Oriel Nunes Filho e do Deputado Federal Domingos Neto, vereadores, secretários municipais, lideranças políticas e comunitárias.

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Cabeça e orelha!

 

Como todos que acompanham minhas postagens sabem, cheguei no passado não muito longe, a 140 quilos. 

E, no ano de 2004, juntamente com Dácio Pinto disputei a prefeitura de Icó. 

Sai vencido, porém, ainda obtivemos cerca de 46% dos votos, ou seja, 16 mil sufrágios. 

Passado a refrega eleitoral fui almoçar em Fortaleza com o meu amigo Machadinho. Uma figura leve e de extraordinário alto astral. 

Mas ele, portador da gaiatice cearense, não se conteve ao me ver:

- "Eu sabia que você perderia às eleições. Você era lindo, cabelo bonito e parecia o Faustão da Globo. Foi fazer essa bariátrica e o povo não o conheceu mais, pois só restou cabeça e orelha".

Assim era Machadinho; hoje fazendo graça no céu com o Pai Celestial. 

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

quinta-feira, 19 de agosto de 2021

UniVS



Existem algumas pessoas em Icó, infelizmente, que vivem a tecer loas e adjetivos exagerados a tudo de bom, nem que seja por mais simples na terra dos outros, mas ignoram avanços, projetos, ações e atitudes que aconteceram e que continuam em curso próspero em nosso torrão.

Hoje, por exemplo, comemora-se cinco anos que o visionário reitor-professor Jaime Romero e sua valorosa e competente equipe, instalaram em Icó a CLÍNICA ESCOLA da UniVS - Centro Universitário Vale do Salgado.

A CLÍNICA ESCOLA já atendeu milhares de munícipes nesses cinco anos, em suas várias áreas, de forma totalmente gratuita. Sem nada cobrar dos pacientes.

Igualmente, o Centro Universitário Vale do Salgado (ex- Faculdade Vale do Salgado), instalado também em Icó com diversos cursos universitários, tem nota máxima no MEC e é referência em todo o Brasil.

Mas parece que para alguns esses fatos importantes de nossa cidade passam despercebidos.

Tive a oportunidade, à época, no nascedouro da então Faculdade Vale do Salgado (FVS/ ano de 1997), hoje UniVS e ao lado do professor Paulo Petrola, de participar da primeira aula inaugural aos alunos pioneiros.

Preferem criticar somente e nada mais a cidade onde vivem e dela se sustentam.

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Dr. Cabeto

 

Uma sincera e feliz humildade invadem aqui o senso da razão e como lembra Belchior, "ora direis ouvir estrelas..."

Pois bem, ouço Izolda Cela com respeito e admiração: "Dr. Cabeto deu valiosa contribuição à Saúde Pública do Ceará. Estruturou processos fundamentais, segurou o barco em águas turbulentas com eficiência e calma, sem perder o foco no fortalecimento da rede e nos grandes desafios para avançarmos mais. Muito grata por tudo!".

Poderia citar centenas de falas e adjetivos que li acerca do Dr. Cabeto nos últimos tempos.

Falas que remetem à criatura com a singeleza do reconhecimento, com a brandura do trato, com a competência e a habilidade de quem tem o trato do coração e na alma. Dr. Cabeto cuida do coração alheio com o seu cheio de valor ao outro.

O silêncio da despedida por seu trabalho e mudanças nos velhos afazeres da saúde, os zelos com que criou, recriou, refez, mudou e gerou parâmetros vão ficar, mesmo que, como dizem, desagradasse a política pela política e/ou pelo simples poder.

Agradar ao chefete jamais deixou placa ou fez história para o bem, mas formar ideias de como gerenciar tantos valores é extremamente responsável e, aí sim, gera placa.

Quando sua agenda tiver uma vaquinha, seja lá pra quando for, por favor, Dr. Cabeto, me deixe ser seu paciente pra perguntar como fazer do meu coração um bicho agradecido pelo empenho que seu foco nos ensinou.

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado, contista e ex vice-prefeito de Icó).

VALDIR, A PROMISSORA E O 38

 


Valdir Batista - nosso simpático Didi -, chegou em Icó pelas mãos do festejado empresário Antônio Sobreira que, à época, era proprietário da maior empresa de venda de cervejas do município e região, a “Antárctica”, nos meados dos anos 80.

Valdir Batista era um de seus principais vendedores de bebida. Percorria todo o Vale do Salgado e parte do Vale do Jaguaribe.

Sobreira era rígido e prestava contas, semanalmente, com seus funcionários, principalmente com Valdir que vez por outra, as operações matemáticas não fechavam de forma científica como são todas as contas – débitos e créditos.

Pois bem, Valdir Batista, competente vendedor, vendeu 20 grades de cervejas e mais 20 vinte de refrigerantes ao Senhor Chico Diógenes, que tinha um irreverente barzinho na rua da famosa lanchonete Paulista, centro do Icó.

O dono do bar, como de praxe, assinou uma promissória do débito (compra). Até aí tudo bem e dentro do ritual já pré-estabelecido pela Antárctica.

Ocorre que, após vários meses da venda e nada do pagamento, Antônio Sobreira mandou Valdir ir cobrar o homem. E ele, obediente, foi...!

Chegando ao endereço para cobrança, com as promissórias em mãos, Valdir encontrou o dono do bar com um revolver, calibre 38, em punho mandando que um funcionário da COELCE icoense - que estava cortando sua “luz” por falta de pagamento -, descesse do poste sobre pena de maiores consequências.

Com medo de morrer, o eletricitário desceu realmente e saiu bem ligeiro daquele local.

Após o susto, Chico Diógenes virou-se rápido para Valdir - ainda armado -, e foi logo perguntando:

- “e você o que deseja?”.

Valdir Batista, nem gaguejou, quanto a resposta:

- “Vim só lhe dizer que seu Antônio Sobreira sabendo de sua péssima situação financeira atual, mandou que eu rasgasse suas promissórias e também o informasse que o seu crédito continua aberto totalmente na Antárctica”.

O comerciante-devedor, feliz, agradeceu a generosidade. E Valdir, com medo, nunca mais apareceu naquele barzinho situado no coração de Icó.

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

Cordéis - prosa e verso...!




O professor e memorialista icoense, Cláudio Pereira, "presenteou" os caminhantes, visitantes, coopistas e, principalmente, os cidadãos que curtem as nossas aprazíveis tardes de Icó sentados nos bancos da praça do Largo do Théberge - onde fica localizado o nosso mais importante acervo arquitetônico -, com os seus "cordéis" que falam de arte, cultura, história, patrimônio, poesia, e religiosidade.

Cláudio Pereira é o Coordenador de Cultura de nosso rincão icoense e, também, responsável por conduzir os nossos turistas por ruas largas e becos estreitos de Icó.

Em suas caminhadas ele apresenta nossa cidade aos turistas; registra a importância até os dias atuais do médico francês Dr. Pedro Théberge, e, de sua história de puro amor aos seus semelhantes e do seu incondicional culto à vida; informa quem foi o Barão do Crato e os fatos que o tornaram conhecido; a bravura de Glória Dias e que de sua atitude temos a tradição queima de fogos de artifícios do Senhor do Bonfim no primeiro dia de cada ano.

Fala do icoense Nogueira Acioly, ex-governador do Ceará por décadas; lembra do valente Canela Preta; de Antônio Pluma e do grito seu grito de valei-me Senhor do Bonfim; da Casa de Câmara e Cadeia; do Teatro da Ribeira dos Icós de 1860; das Igrejas Matriz(marco zero do Icó); Senhor do Bonfim; da Igreja do Rosário e do Monte; das lendas da Baleia, da premonição a morte se tocarem o Sino da Casa de Câmara e Cadeia; do túnel entre o sobrado Barão e o Teatro da Ribeira; dos índios; dos desbravadores Montes e Feitosas, enfim, eis um passeio e um mergulho profundo nos 300 anos de história da Ribeira do Salgado dos Icós...

(Por Fabrício Moreira da Costa, advogado e contista).

terça-feira, 17 de agosto de 2021

O PATÉTICO



A música deu a ele uma fortuna, R$: 274 milhões. Deu fama, muitos hits, e fez dele ator de TV. Não da para entender porque virou gado. Ou foi sempre?

Sérgio Reis surgiu muito jovem, queria ser galã, mas era desajeitado em seu 1,93. Cantando disfarçava a timidez. Sonhou virar ícone da Jovem Guarda. Só rendeu um sucesso, "Coração de Papel" (1967).

Com o fim do movimento que projetou Roberto e Erasmo podia ter sido o fim dele com seu sucesso único, mas se reinventou, virou sertanejo.

Assumiu, no caso, as raízes rurais da família, e logo ali, no pós Jovem Guarda em 1972 teve um êxito maior que Coração de Papel, "Menino da Gaita".

E viriam muitas mais. Fazia shows no país inteiro, e vendia fácil 1 milhão de discos. Ganhou dinheiro pra não fazer nada, e tem dinheiro para o caso de querer fazer alguma coisa. Qualquer coisa.

Então porque entrou na política? Até hoje nem ele sabe. Foi eleito em 2014 entre os muitos candidatos bizarros que surgem sempre a cada eleição.

Chamou atenção no Congresso pelo que era, aquele cantor sertanejo de sucesso, que parecia um gente boa. Foi um fracasso monumental. Não fez nada, o mandato, a mais pura obscuridade.

Ficou marcado por licenças longas e estranhas, em uma delas teria feito até uma "prótese peniana". E há quem ironize que bancou o "aumentativo" com uso da verba pública, o "dotado patriota".

É feio demais ver um sujeito grandalhão chorando em uma live como ele, fez, dizendo que não disse o que todos viram e ouviram, ele convocando os caminhoneiros (sem moral nenhuma para tal) com o objetivo de golpear as instituições.

Estaria senil o Sérgio Reis? Não! Saiu de dentro do armário em que vivia. Fomos enganados. O cara jamais foi o que parecia ser, assim como a atriz
Regina Duarte. Tem muita semelhança.

Aos 81 anos o sujeito virou um bolsonarista que se identifica com a treva, e se expõe como alguém muito ignorante e desconectado do mundo.
Pior: é um caloteiro que deve aos cofres públicos e não paga, apesar da fortuna que a música lhe deu. O que terá acontecido a Sérgio Reis?
Só a decepção. De "Rei" não tem nada, e nunca teve. É apenas o Sérgio Bavini, obscuro, sombrio, um coveiro de sua própria história.

(Por Cláudio Teran, Jornalista).

17 de agosto – Dia do Patrimônio Histórico Nacional



Desde 1998, ano do centenário de Rodrigo Melo Franco de Andrade, o dia 17 de agosto é dedicado ao Dia do Patrimônio.

Nascido em Belo Horizonte, o advogado, jornalista, escritor e primeiro presidente do Iphan, criou a Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, uma das principais publicações do país sobre preservação do patrimônio cultural brasileiro.

O espírito incansável do historiador e jornalista mineiro Rodrigo Melo Franco de Andrade, como defensor do Patrimônio Cultural Brasileiro, provocou a criação do Dia Nacional do Patrimônio Histórico, comemorado desde 1998, quando o primeiro presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) completou 100 anos.

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Camilo Santana: um governador que nos honra, que tem responsabilidade, coragem e amor incondicional à vida!

 




SENHORES CALHORDAS



Ao se irritar com a prisão de Roberto Jefferson, Bolsonaro expõe a face real dessa direita podre, ignorante e torta. Direitistas são pelo crime.

Jefferson é um vagabundo da política. Um dos seus piores elementos, e os atos, fatos, crimes e condenações em série dele, falam por si.
Alguém que se diga de direita - e direita neste tosco país é odiar PT e esquerda - esqueceu que Jefferson foi condenado por roubar nos esquemas do Mensalão e do Petrolão?

Os dois escândalos estouraram nos governos petistas, e Roberto Jefferson estava lá, sugando, roubando, foi pego, julgado, e condenado.

Cumpriu pena, lembram? E por se envolver no esquema do PT que vocês odeiam tanto. Já se esqueceram ou é amnésia de malandros?

Nenhum de vocês se pergunta porque esse Bolsonaro sai em defesa de um patife? Qual seria a "patriótica" justificativa dele?

Você que se diz "patriota", "pessoa de bem" qual é a sua? Bolsonaro está certo em suas ameaças às instituições para defender um bandido, um criminoso como esse?

Pense bem na sua conduta e avalie se, dado o seu fanatismo cego, você que se diz um conservador não virou foi um capanga, um cúmplice de dois criminosos? E porquê?

Quando vai chegar a hora dos tais dos que se julgam "patriotas" explicarem a razão se houver, para "ungir" Roberto Jefferson, de bandido no tempo do PT a Santo agora?

Respondam calhordas, se forem capazes...

FOTO: Os canalhas também envelhecem.

(Por Cláudio Teran, Jornalista).